Quartas, às 24h, na TV Brasil
(Canal 2, 18 NET, 166 SKY)
DIRETO DO TWITTER: 

Assista aqui o último programa na íntegra!
Natália Lage entrevista o documentarista, roteirista, diretor e montador Pedro Asbeg.
05-10-13
COLUNISTA CONVIDADO - Pedro Aspahan


Notas sobre "Matéria de Composição"

Ao longo da história do cinema, os filmes que se concentraram numa pesquisa de valorização do som na relação com a imagem correram de modo paralelo e muitas vezes à margem das grandes produções. No caso do filme "Matéria de Composição" (2013, 82', HD) todo o esforço se deu no sentido de tentar construir com a própria escritura fílmica algo musical. Ao propor a três compositores que criassem músicas em diálogo com um mesmo vídeo-ensaio, o filme coloca em questão o valor da imagem na relação com a música. Ao longo do filme, vemos o mesmo vídeo três vezes, mas cada aparição do vídeo é acompanhada por uma música diferente. Dessa forma, o filme coloca à experiência do espectador algumas questões materiais: de que maneira a música transforma a nossa percepção da imagem? Como ela desencadeia diferentes sensações temporais e muda a qualidade mesma da imagem? Essas perguntas guiaram boa parte do nosso processo de trabalho ao longo do filme.

Em uma segunda direção, nosso esforço se deu na tentativa de trabalhar com a música não de modo alusivo, explicativo ou metafórico, mas em tentar fazer do filme, música. Menos que explicar a música com as imagens, buscamos construir uma montagem musical do filme. Nesse sentido, é menos um filme sobre música que um filme-música, que busca reverberar em sua forma as diferentes expressões musicais dos três compositores retratados.

Na relação com os personagens, o filme adota uma postura, muitas vezes de observação, como no cinema direto, tentando captar o momento mesmo da produção da música, seja na composição, na pesquisa de sonoridades, na regência, na execução musical. A música ganha um caráter de acontecimento e a câmera se torna mais um instrumento entre violoncelos, violões, marimbas e clarones, sempre na busca de expressar, através das relações entre as imagens e os sons, as possibilidades próprias de sua matéria de composição.

O filme foi realizado em parceria com a Fundação de Educação Artística, que completa em 2013, 50 anos dedicados à educação musical e ao fomento à música contemporânea. Contamos com a composição musical de três dos mais importantes compositores da música erudita atual em Belo Horizonte: Guilherme Antônio Ferreira, Teodomiro Goulart e Oiliam Lanna, cada um expressando formas distintas de pesquisa e escrita musical. Contamos também com a brilhante execução musical do Grupo Oficina Música Viva, especializado em Música Contemporânea, sob direção musical de Rubner Abreu. O filme foi realizado através do Edital Filme em Minas do Governo de Estado de MG, com patrocínio da Cemig e recebeu os seguintes prêmios em festivais: Riviera Maya Film Festival - México - Prêmio Especial do Júri (2012 - Work in Progress); Mostra de Tiradentes - Prêmio Especial do Júri Jovem (2013 - Mostra Aurora); Festival Internacional de Curitiba - Olhar de Cinema - Prêmio Especial do Júri por sua Contribuição Artística (2013). Agora em Setembro nos preparamos para a participação nos festivais CachoeiraDoc, Festival CineMúsica e para a estréia internacional no Arquiteturas Film Festival em Lisboa.


image

Pedro Aspahan
Doutorando em Comunicação Social pela UFMG. No cinema, atua principalmente como Diretor, Técnico de Som e Montador, especializando-se no campo do documentário. "Matéria de Composição" é seu primeiro longametragem.

REALIZAÇÃO
image
EQUIPE
REVISTA DO CINEMA BRASILEIRO é uma produção independente, em co-produção com a TV pública brasileira - TV Brasil, focada na diversidade do audiovisual brasileiro.
APOIO TÉCNICO


Desenvolvido por HERCULA