Quartas, às 24h, na TV Brasil
(Canal 2, 18 NET, 166 SKY)
DIRETO DO TWITTER: 

Assista aqui o último programa na íntegra!
Natália Lage entrevista o documentarista, roteirista, diretor e montador Pedro Asbeg.
13-11-12
COLUNISTA CONVIDADO - Alan Nobrega


Dando vida a idéias

Xí! Acabei de ter uma idéia!

Eu, desde de pequeno, fui apaixonado por cinema e por desenho.
Quando tive que escolher no vestibular qual caminho seguir, acabei
escolhendo o desenho e fui fazer Belas Artes.
Os anos se passaram, e como aquilo que deveria ter sido -a gente não
foge do tal destino- acabei descobrindo a animação, onde pude juntar
minhas duas paixões.

O Cinema pra mim é mágico, e ao mesmo tempo real, um exercício
constante de contar uma história. Sempre gostei de tudo, de Glauber a
James Cameron, do cinema real documental, carregado de ideologias e
sonhos de mudar o mundo, ao puro cinema voyeur, onde o prazer é viver
amores e aventuras, sem nunca correr riscos reais, como num sonho, que
ao acordar tudo termina. Acho que o cinema ideal é aquele que junta os
dois, a força de mover as idéias e o prazer de correr riscos.

Analisando a minha breve filmografia, sinto que estou indo exatamente
por este caminho. Meus filmes na sua concepção/design são extremamente
fofos, com intuito talvez de se aproximar do público. Já a história
vem carregada de informações subliminares, não com a intenção de mudar
o mundo, longe disso, mas um pequeno desejo de balançar e sacudir as
idéias, muitas vezes empueradas pelo tempo.

Dos meus cinco curtas, 4 receberam prêmios do público em festivais, o
que confirma o aspecto de aproximação com o público a que o filme é
destinado, assim como a sua participação em debates, eventos e
festivais comprometidos com a educação, confirma o outro aspecto
referente a mover idéias proporcionando reflexões.

Auto-conhecimento, relações humanas, tolerância e respeito, são
assuntos que me interessam e que através da animação eu consigo criar
um mundo e dá vida, não só ao desenho, mas também as minhas idéias.
Xí! Comeram o lanche da vovó!, meu último filme é uma exceção dentro
desta filmografia. Apenas um belo exercício de contar história.


image

Alan Nobrega
Produtor e diretor independente. Formou-se em Desenho Industrial na UFRJ, e estudou animação no AnimaMundi e no CRIA. Produz, dirige e anima curtas de animação desde 2006. Destaque para A Descoberta de Luke, de 2007, vencedor do Show do Gongo de Brasília do Festival Mix Brasil. O Pit Bull, de 2008, melhor animação brasileira voto popular do Festival Sem Tabu/RJ e prêmio especial do júri do Festival Locomotiva/RS. Xí! Comeram o lanche da vovó!, de 2012, vencedor pelo júri popular de melhor animação no Festival Animaldiçoados.

REALIZAÇÃO
image
EQUIPE
REVISTA DO CINEMA BRASILEIRO é uma produção independente, em co-produção com a TV pública brasileira - TV Brasil, focada na diversidade do audiovisual brasileiro.
APOIO TÉCNICO


Desenvolvido por HERCULA