Quartas, às 24h, na TV Brasil
(Canal 2, 18 NET, 166 SKY)
DIRETO DO TWITTER: 

Assista aqui o último programa na íntegra!
Natália Lage entrevista o documentarista, roteirista, diretor e montador Pedro Asbeg.
12-04-12
COLUNISTA CONVIDADO - Sérgio Santos


O cinema e as novas formas de energia

A energia solar na forma de etanol, produzido com eficiência e sustentabilidade, destaca-se entre todas as energias renováveis disponíveis e é capaz de atender às urgentes demandas para redução das emissões de gases de efeito estufa, melhorar a qualidade do ar nas metrópoles e competir em preço com as energias convencionais.

Além disso, pode proporcionar uma nova dinâmica agro-industrial para os países tropicais com disponibilidade de terras e disposição para superar sistemas energéticos concentrados e ambientalmente problemáticos, conferindo segurança energética e abrindo novas perspectivas de crescimento econômico e social.

A produção de bioetanol de cana-de-açúcar, associada à geração de energia elétrica e à produção de alimentos e biomateriais, apresenta indicadores bastante expressivos de produtividade e corresponde atualmente, á melhor alternativa disponível para utilizar trabalho, terra, água e sol, na produção de bicombustíveis.

A experiência brasileira nesse campo, de muitas décadas e um razoável acervo de erros e acertos, com centenas de unidades produtoras e milhões de veículos funcionando normalmente, abastecidos com um combustível que poucos meses antes era apenas água, carbono na atmosfera e a luz do sol nas folhas da cana, pode e deve ser uma referência para outros países e contextos similares.

Um dos principais focos deste documentário será proporcionar uma informação ampla, consistente e objetiva sobre este bicombustível.


image

Sérgio Santos
Co-produziu os longas metragens “Flamengo Paixão” de David Neves (1978) e “O sonho não acabou” de Sergio Rezende (1981) e o curta metragem “Copa Mista” de José Joffily (1980). Realizou diversos filmes para a Secretaria de Comunicação da Presidência da República (1989); para o Jornal Diário de São Paulo (1992); Jornal do Brasil (1996) e; Editora Abril (1996); além de documentários institucionais e de treinamento para a Infraero, Serveng Civil San, Tercon, Casa da Moeda, Telerj / Telemar, Confederação Nacional da Indústria e mais recentemente para o IBRAM (Instituto Brasileiro de Mineração), MRS Logística e Anglo American Mineração. Em 2008 realizou um documentário “Oasis” abordando o universo das danças ciganas e do ventre no Rio de Janeiro.

REALIZAÇÃO
image
EQUIPE
REVISTA DO CINEMA BRASILEIRO é uma produção independente, em co-produção com a TV pública brasileira - TV Brasil, focada na diversidade do audiovisual brasileiro.
APOIO TÉCNICO


Desenvolvido por HERCULA